Todos perdem com a morte de um trabalhador em serviço

Todos perdem com a morte de um trabalhador em serviço
Infelizmente, logo no início deste ano, a construção civil de Brusque teve que registrar um fato lamentável. A morte de um trabalhador do setor, associado do sindicato, pai de família, chegou como um balde de água fria para todos. O que acende novamente o alerta sobre as questões de segurança nos locais de trabalho, mesmo diante de todo trabalho realizado para evitar situações como esta.

Ao longo dos três últimos anos, o Sintricomb tem intensificado de forma firme a luta pela segurança e saúde de seus trabalhadores. Por isso, nos deixa muito entristecidos o fato que ocorreu com o companheiro Adenir Griga, de 41 anos, que perdeu a vida após queda de altura em uma obra a qual executava serviços, bem como de seu colega de trabalho Marcio Veiga do Prado, este que, embora sofrido o mesmo acidente, sobreviveu. Assim que soube dos fatos, o sindicato tomou as medidas necessárias e legais sobre o ocorrido e está dando atenção especial dentro do que lhe cabe em relação à empresa e aos familiares de ambos.

Tal situação nos mostra que, apesar de todo empenho no que diz respeito à busca pela segurança dos Trabalhadores, não se pode cochilar. E é isso que nossas equipes de segurança têm buscado fazer a todo instante. Vamos continuar nessa vigilância constante, com ações e orientações efetivas no sentido de evitar que tais situações voltem a ocorrer.

Mas não basta apenas o sindicato fazer sua parte. É preciso que empregadores e, principalmente, o próprio trabalhador tenha a consciência da importância de preservar sua integridade física e sua vida. Se ele mesmo não tiver esse pensamento, de nada vai adiantar toda e qualquer ação diferente no sentido de não manchar as estatísticas negativamente. Nossa parte estamos fazendo, mas é preciso que seja um trabalho de mãos juntas, de todos os lados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 3 =

Pin It on Pinterest